RSS

Os 7 filmes mais superestimados dos anos 2000 parte 1

27 maio

Passado o inferno astral, espero, finalmente, conseguir escrever de forma mais constante. Para marcar essa “volta”, nada melhor do que polemizar (tava demorando) criando uma lista. Fugindo da quase obrigatória dezena, pensei em uma categoria composta sempre por sete filmes apresentados em capítulos. Tema de estreia: os filmes mais superestimados pela crítica no século 21.

7 – Assassinato em Gosford Park (2001)

Robert Altman é um cineasta superestimado! Não existe mais do que meia dúzia de grandes obras em sua filmografia de dezenas de títulos. Mas Altman, que morreu em 2006 aos 81 anos, teve um começo de carreira badalado nos anos 70 quando deixou o trabalho na TV e estourou nos cinemas com M.A.S.H e, pouco depois, fez Nashville. O mito (ou o monstro) estava criado. Depois de muitos trabalhos irregulares ele só voltou a chamar atenção com dois bons filmes nos anos 90, O Jogador e Short Cuts – Cenas da Vida.

Gosford Park é um filme de estrutura clássica, se passa na Inglaterra dos anos 30 e mostra as relações entre classes em uma mansão de campo na qual está sendo realizada uma recepção para muitos convidados. Um crime acontece e daí em diante a coisa vira uma historinha de Agatha Christie.

Há referências diretas ao clássico A Regra do Jogo, de Jean Renoir, o elenco é espetacular mas falta um pouco de ritmo e isso é um convite ao cochilo. O final fraco (que deixa aquela sensação de longa espera por nada) também não ajuda garante a presença do filme na lista.

6 – Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004)

Agora você torceu o nariz para a lista, não é? Ok, eu concordo que o filme do diretor francês Michel Gondry tem um dos roteiros mais originais da história do cinema (do sempre surpreendente Charlie Kaufman) mas,  convenhamos, para ser realmente bom o filme precisa mais do que uma trama criativa. O problema de Brilho Eterno é o que em língua inglesa se define como miscast, a escolha errada do elenco.

Não há química alguma entre o casal principal formado por Kate Winslet e Jim Carrey e a culpa, é claro, não é dela. O filme foi feito em uma época na qual Carrey ainda tentava provar ao mundo que era mais do que um comediante careteiro abraçando projetos que exigiam uma certa carga dramática. Bem, hoje sabemos que não deu certo (nas férias ele estará em cartaz contracenando com pingüins, ou seja, fazendo o que sabe fazer melhor) e a razão está no simples fato de que Carrey não sabe atuar sem fazer micagens, sem exagerar, ou seja, ele é um canastrão. Não há como vê-lo em cena sem lembrar de Ace Ventura ou mesmo o Máscara. Bons atores não sofrem com esse problema (Wagner Moura é o melhor  exemplo nacional atual).

Mas o problema não é só Jim Carrey. Elijah Wood é um hobbit, não pode querer fazer par com uma humana. Não há encaixe. Suas cenas com Kate Winslet são tristes. Enquanto isso Kirsten Dunst e Mark Ruffalo são desperdiçados e Tom Wilkinson (esse sim um dos maiores atores vivos) tenta dar alguma dignidade ao grupo. Resumindo, o filme se segura, mas poderia ser perfeito se tivesse um elenco melhor ajustado.

5 – Donnie Darko (2001)

Afinal qual é a desse filme? Não vi nada que justificasse a fama de cult que ele ganhou na última década. A história do menino desajustado – ou talvez esquizofrênico mesmo – parece querer filosofar sobre o tempo e os sentidos de realidade, vida e morte mas só consegue fazer uma grande bagunça que termina sem conclusões (como se isso fosse “cabeça”). Jake Gyllenhaal está muito bem no papel principal e a trilha sonora com clássicos dos anos 80 é ótima, mas é pouco se você não é um adolescente.

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 27/05/2011 em 7 Mais

 

Tags: , , ,

Uma resposta para “Os 7 filmes mais superestimados dos anos 2000 parte 1

  1. Janus

    09/01/2012 at 5:53 pm

    Se minha tese sair *rs*, espero que você a leia e mude de ideia quanto ao Gosford Park.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: